domingo, 9 de novembro de 2014


Panini traz Marvelman de volta

Por:Hds.


Se os tópicos: Alan Moore, Miracleman e briga judicial interessam à você que lê esta notícia, já deve estar sabendo que a editora Panini havia anunciado que lançaria o título logo após a Marvel. Isso aconteceu durante a última Fest Comix de maio deste ano, ficando subentendido que a revista chegaria no segundo semestre de 2014.

Agora em novembro finalmente foi confirmada a publicação. Embora não sendo divulgada a data, a editora afirmou numa decisão inconveniente e frustrante para os leitores, que trará a historia no formato mensal, custando R$ 8,90 (a edição básica) e R$ 13,90 (a com capa metalizada).

A fase de Moore já foi publicada por aqui nos anos 90 pela minúscula Editora Tannos. Resultando em apenas quatro edições com diagramação, letreiramento e tradução precárias.

Marvelman (ou miracleman) é uma daquelas obras que colocava as editoras nacionais em alarmante dívida com os leitores, pois foi nela que o escritor britânico experimentou suas ideias de “desconstrução do mito do super-herói” pela primeira vez.

Após um longo período de vinte anos, sairá em bancas a história que atravessou problemas que vão da compra dos direitos por Todd Macfarlane, passando por Neil Gaiman e o próprio criador Mick anglo até a aquisição pela Marvel.

A republicação do personagem não só é extremamente bem-vinda, como se faz importante na atual situação de mesmice dos quadrinhos de super-heróis, da qual não se espera sair tão cedo. Nem lá fora, nem aqui no brasil.